Setembro amarelo

Ana Botafogo, ‘O Quinze’ e balé no Teatro Universitário

O Teatro Universitário, no campus de Goiabeiras, recebe neste fim de semana o Festival Internacional de Dança do Espírito Santo (Fides), com a participação especial da premiada bailarina Ana Botafogo. O evento será realizado no sábado e domingo, das 9h30 às 16h, e tem como destaque a apresentação de O Quinze – A escassez da alma, adaptação de Raquel de Queiroz pelo grupo de dança BCAC de Fortaleza. A presença de Ana Botafogo encerra o Fides com a palestra Vida de Bailarina.

O festival é dirigido por Liviane Pimenta, delegada do Conselho Brasileiro de Dança (CBDD) no Espírito Santo. Com o Fides, segundo ela, o Espírito Santo se posiciona, pela primeira vez, nos circuitos dos grandes festivais de dança do país, se inserindo no calendário anual de eventos do CBDD nacional. A proposta é estimular crianças, jovens, adultos e idosos a continuarem no caminho da dança e divulgar e incentivar a dança no Estado e no país.

De acordo com a direção do festival, outros objetivos são incentivar o intercâmbio entre grupos e artistas de arte e de dança, contribuir para a formação de plateia, e valorizar professores, coreógrafos, diretores, alunos e profissionais da dança. Subirão ao palco do Fides dançarinos e bailarinos de diferentes regiões do Brasil, de várias idades e estilos de danças, amadores e profissionais.

Ana Botafogo

Em sua passagem pela Ufes, o público poderá assistir à palestra da bailarina clássica Ana Botafogo, em que ela conta sua vida e a trajetória profissional. Fala sobre a construção de uma carreira de sucesso, resultado de renúncias e muito trabalho, que começou quando ela tinha sete anos. Com a vida dedicada à dança, Ana Botafogo mostra como a perseverança e paixão ao trabalho são essenciais para se alcançar êxito e reconhecimento. Ela também é atriz, escritora (tem dois livros publicados) e empresária.

Em 1997, o governo francês nomeou Ana com o título ''Chevalier Dans L'Ordre des Arts et des Lettres'' (Cavaleiro da Ordem das Artes e Letras), condecoração que visa recompensar pessoas que se distinguem pela sua criação no domínio artístico ou literário ou por sua contribuição ao desenvolvimento das artes e das letras na França e no mundo.

Já em 1999, o Ministério da Cultura brasileiro outorgou a ela o Troféu Mambembe, pelo reconhecimento ao conjunto do seu trabalho e pela divulgação da dança. Em dezembro de 2002 ela recebeu a Ordem do Mérito Cultural, na categoria comendadora, por ter se distinguido por suas relevantes contribuições prestadas à cultura do país.

Serviço:

Dias: Sábado (7) e domingo (8)
Horários: Das 9h30 às 12h e das 13h30 às 16h
Informações sobre a programação e ingressos: bilheteria do teatro e www.tudus.com.br.  

 

Texto: Luiz Vital
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.