Cine Metrópolis tem programação de férias com entrada gratuita a partir do dia 8

O Cine Metrópolis, no campus de Goiabeiras da Ufes, preparou uma programação especial para os amantes do cinema aproveitarem o recesso acadêmico e as férias escolares. A partir do dia 8 de janeiro, as crianças vão poder curtir a Sessão Infantil e, para os adultos, foi preparada a Mostra América Latina, trazendo obras produzidas em países como Uruguai, Paraguai, Venezuela, Chile e Argentina, além do Brasil. Os filmes da programação de férias serão exibidos de terça a sexta-feira, até o dia 1º de fevereiro, e todas as sessões terão entrada gratuita.

Sessão infantil

As terças e quintas-feiras serão destinadas ao público infantil. Sempre às 14 horas será exibida a animação Selkirk – O Verdadeiro Robison Crusoé (foto), uma coprodução entre empresas de Uruguai, Chile e Argentina. O filme, que terá sua primeira exibição no dia 8, narra a história de Selkirk, um indivíduo de índole duvidosa que é contratado pelo traiçoeiro capitão Bullock para ser o mestre de vela do navio inglês Esperanza, navegando pelos mares do sul à procura de tesouros.

Quando não há o que saquear, a tripulação passa o tempo com jogos de azar – sempre vencidos por Selkirk. Todos ficam cansados de perder, principalmente Bullock, que decide abandonar o companheiro numa ilha deserta. Agora, Selkirk deve esquecer seus desejos de vingança e ambição, encarnar o aventureiro Robinson Crusoé e sobreviver neste meio selvagem.

O filme, de 2012, traz valores educativos para as crianças, como a necessidade de respeitar o outro, crítica à arrogância e até a importância de comer com talheres. Há também algumas piadas para os mais velhos, como “nunca haverá bons músicos em Liverpool”.

Selkirk – O Verdadeiro Robison Crusoé é o primeiro longa de animação realizado pelo cineasta uruguaio Walter Tournier.

Mostra América Latina

De terça a sexta-feira, o Cine Metrópolis vai trazer obras cinematográficas produzidas em países latino-americanos. Com início às 16 horas, serão oito filmes, quatro por semana. Acompanhe, abaixo, a programação da primeira semana da Mostra.

Gigante

O longa uruguaio Gigante (2009), de Adrián Biniez, é o primeiro filme exibido na Mostra, na terça-feira, 8. Gigante conta a história de Jara, uma figura grandalhona conhecida como Jarita. Ele é um tímido segurança de supermercado que passa o tempo acompanhando pelas câmeras de segurança os mesmos movimentos do pessoal de limpeza, repositores, funcionários da padaria e do açougue. Até que um dia ele descobre a faxineira Julia e fica encantado, passando a acompanhá-la pelas câmeras. A partir deste dia, Jara começa a seguir Julia, conduzindo sua vida em torno da rotina da faxineira enquanto toma coragem para se aproximar da garota.

Sinfonia da Necrópole

Na quarta-feira, 9, o Cine Metrópolis traz o brasileiro Sinfonia da Necrópole (2014), primeiro longa da diretora Juliana Rojas. Inspirado no telefilme A Ópera do Cemitério, de 2013, este musical conta a história de Deodato, um jovem que veio do interior em busca de emprego na capital e acaba trabalhando como coveiro ao lado do tio.

Sua rotina melhora quando a funcionária do serviço funerário municipal, Jaqueline, surge no cemitério. Seu trabalho é reordenar os espaços – e, consequentemente, os mortos – que ali encontram seu último lugar de descanso.

Deodato e Jaqueline são insatisfeitos com suas profissões por motivos diferentes: ele não gosta do que faz, desmaia ao se deparar com defuntos; ela, apesar de ter paixão por sua atividade, por ser mulher e dona de uma beleza exótica, afasta mais do que atrai aqueles ao seu redor.

Eles começam a trabalhar juntos e a paixão o impede de pedir demissão, mas estranhos eventos continuam a abalar seu estado psicológico.

7 Caixas

Maior bilheteria da história do cinema paraguaio, com mais de 250 mil espectadores, o filme 7 Caixas (2012) traz a história de Victor, um rapaz de 17 anos que trabalha como carregador em um mercado de Assunção. De origem pobre, Victor imagina uma vida de fama e admira as produções norte-americanas.

Certo dia, ele recebe uma proposta diferente: carregar sete caixas com um conteúdo desconhecido em troca de uma nota de 100 dólares. A partir desse momento, ele passa a correr risco de vida, uma vez que, na caixa, há algo que todos querem. Victor e seus perseguidores se envolvem, então, em uma aventura criminosa de perseguição.

7 Caixas tem direção de Juan Carlos Maneglia e Tana Schémbori.

Azul e Não Tão Rosa

Produzido na Venezuela em 2014, o filme Azul e Não Tão Rosa, do espanhol Miguel Ferrari, vai ser exibido no dia 11, trazendo uma mistura de drama e comédia na história do fotógrafo homossexual Diego, que vive no mundo raso e glamuroso da moda. Distante de Armando, filho que teve durante seu único relacionamento heterossexual, ele vê a vida mudar quando é obrigado pela mãe do menino a passar um tempo com ele.

Ausente durante boa parte da infância de Armando, Diego terá que lidar com o fato de que seu filho agora é um adolescente descobrindo o amor. E com um agravante: Diego é heterossexual.

Político, Azul e Não Tão Rosa discute a violência sofrida diariamente por homossexuais, tendo sido o grande vencedor do Goya de Melhor Filme Estrangeiro de Língua Espanhola no ano de seu lançamento.

A cada semana, o Cine Metrópolis terá novos filmes em cartaz.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.