Laço azul símbolo da campanha para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata

CNPq investe em projetos que estimulem a presença de meninas nas ciências exatas

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) estão com uma convocatória aberta para estimular a formação de mulheres nas carreiras de ciências exatas.

Clique aqui e leia matéria da Revista Universidade sobre a participação das mulheres no campo da pesquisa na Ufes. 

A chamada "Meninas nas Ciências Exatas, Engenharias e Computação" busca também combater a evasão de alunas dessas áreas nos primeiros anos da graduação e despertar o interesse vocacional de meninas da Educação Básica (a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até o Ensino Médio) e do Ensino Superior por essas profissões e para a pesquisa cientifica e tecnológica.

Serão investidos R$ 3 milhões em projetos que envolvam a parceria de uma Instituição de Ensino Superior com até cinco escolas públicas da Educação Básica. As alunas e professores envolvidos no projeto receberão bolsas de iniciação científica e apoio técnico, respectivamente.

A chamada busca reduzir as desigualdades de gênero na pesquisa científica, tecnológica e de inovação. As propostas podem ser enviadas até 5 de outubro de 2018.

Panorama mundial

Segundo a pesquisa " Gender in the Global Research Landscape", publicada ano passado pela maior editora de literatura médica e científica do mundo, a Elsevier, a proporção de mulheres que publicam artigos científicos cresceu 11% no Brasil nos últimos 20 anos. Elas publicam quase a mesma quantidade que os pesquisadores homens (49%).

Por outro lado, apesar de haver mais mulheres do que homens com bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado, elas detêm apenas 33% do total de bolsistas de Produtividade em Pesquisa a mais prestigiada modalidade do CNPq, segundo a Diretora de Engenharias, Ciências Exatas, Humanas e Sociais do CNPq, Adriana Tonini. Já nas ciências exatas, mais de 75% dos trabalhos publicados são feitos por homens.

Confira o edital: http://www.cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas?p_p_id=resultadosportlet_...

Texto: Lidia Neves, com informações do CNPq
Edição: Thereza Marinho

 

 

Categoria: 
Destaque
Edital
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.