A Mulher e o Universo do Trabalho é tema de palestra nesta sexta, 12, no Cine Metrópolis

“A Mulher e o Universo do Trabalho após 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos” é o tema da palestra a ser ministrada pela presidente do Tribunal Regional do Trabalho no Espírito Santo (TRT-ES), Ana Paula Tauceda, nesta sexta-feira, 12, a partir das 10 horas, no Cine Metrópolis.

O evento é aberto ao público e contará com as presenças da vice-reitora Ethel Maciel; da presidente da Comissão de Elaboração de Políticas para a Prevenção de Assédio Sexual e Violência de Gênero na Ufes, professora Catarina Gazele, e da presidente da Comissão de Humanização nas Relações de Trabalho e Prevenção de Assédio Moral, Edirene Coninck, que atuarão como debatedoras; e da primeira dama da escola de samba capixaba Novo Império, Larissy Santos. No Carnaval deste ano, a escola levou para o Sambão do Povo a questão da mulher, suas lutas e suas conquistas.

“Precisamos envolver as pessoas, todos os cidadãos, para refletir sobre como a Declaração Universal dos Direitos Humanos empodera todos nós e como cada um pode defender os direitos todos os dias. Nesse contexto, o trabalho feminino ainda é visto por boa parte da sociedade como um complemento do trabalho masculino e, portanto, ainda teria um valor menor, o que provoca essa disparidade de remuneração entre homens e mulheres”, lembra Edirene Coninck.  

Para Catarina Gazeli, “Esta é uma excelente iniciativa, de suma importância, pois é por meio de debates como este que nós fortalecemos nosso conhecimento e a Universidade como um todo”.

Dia Nacional da Mulher

A palestra é uma iniciativa da Ufes como parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher e do Dia Nacional da Mulher, este celebrado no Brasil em 30 de abril. A data, instituída no país em 1980, mas ainda pouco conhecida, foi escolhida em homenagem ao nascimento de Jerônyma Mesquita, enfermeira brasileira que liderou o movimento feminista no Brasil e que colaborou com a criação do Conselho Nacional das Mulheres.

“Essa mulher também foi fundadora da Cruz Vermelha e da Pró-Matre no Brasil. Ao lado de outras mulheres, como Bertha Lutz, lutou pelo direito ao voto feminino e acreditava na importância de a mulher assumir um papel mais atuante na sociedade”, afirma Ethel Maciel.

Texto: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.