Série de reportagens apresenta ações extensionistas desenvolvidas pela Ufes

Você sabe quantas pessoas são atendidas pelas ações extensionistas da Ufes em várias cidades do Espírito Santo? Dados de um levantamento realizado pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex) mostram que, em 2020, mais de quatro milhões de pessoas (4.022.394) foram beneficiadas por iniciativas das mais diversas áreas do conhecimento. Foram 87 programas, que atingiram 1.898.084 pessoas, e 577 projetos beneficiaram 2.054.151 indivíduos. Além disso, foram realizados 96 cursos, 64 eventos e seis serviços foram prestados à população. No total, a Proex realizou 830 atividades voltadas às comunidades interna e externa no ano passado.

Com o objetivo de apresentar essas iniciativas, o portal da Ufes inicia, neste mês, uma série de reportagens, começando com os 26 finalistas da edição 2020 do Prêmio de Mérito Extensionista Maria Filina. A ideia é apresentar cada uma das ações produzidas por estudantes, técnicos-administrativos e professores, em parceria com membros da comunidade externa. O programa de extensão Cada doido com sua mania, coordenado pela professora do Departamento de Psicologia Lilian Margotto, abre a série, que terá publicação semanal, às quintas-feiras.

O pró-reitor de Extensão, Renato Rodrigues Neto, lembra da importância das iniciativas extensionistas da Ufes para a coletividade: “A universidade pública, de qualidade e gratuita deve ser vista, sentida e experimentada pela sociedade, para que perceba a importância das ações universitárias para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa, rica e igualitária. O caminho para que isto ocorra permeia as ações extensionistas”.

Premiação

O Prêmio Maria Filina seleciona, anualmente, programas e projetos que estejam registrados no Portal de Projetos da Proex para se apresentarem durante a Jornada Integrada de Extensão e Cultura da Ufes. No ano passado, mais de 160 resumos foram enviados e a premiação contou com três etapas. Após a última fase, foram selecionados os 26 projetos que se apresentaram na oitava edição da Jornada, que aconteceu entre os dias 24 e 27 de novembro. Dez selecionados eram do campus de Goiabeiras e sete de Maruípe, ambos em Vitória. Do interior do estado, o campus Alegre teve quatro finalistas e o de São Mateus, cinco. Um projeto de cada campus foi o escolhido como vencedor da premiação e o projeto Comunidade Participativa, do campus de São Mateus, ganhou o primeiro lugar geral. Clique aqui e conheça os vencedores.

De acordo com Rodrigues Neto, o evento é responsável por evidenciar e premiar a extensão da Ufes. “O Prêmio Maria Filina de Mérito Extensionista reconhece a importância do trabalho dos professores, técnicos-administrativos e estudantes empenhados em levar a universidade para além dos nossos limites físicos e em trazer o público externo para dentro de nossa instituição”, conclui.

Para conhecer todas as ações finalistas, clique aqui.

 

Texto: Adriana Damasceno
Imagem: Projeto Cada doido com sua mania - Divulgação (foto de antes da pandemia)
Edição: Thereza Marinho

 

 

Categoria: 
Destaque
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 3 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.